Com quantos meses é recomendado dar banho em gato?

Normalmente, são difundidos que os gatos não gostam e não precisam de banho. Porém, isso não é totalmente verdade. Alguns gatinhos de pelo curto raramente precisam de um banho, enquanto os gatos com pelo mais comprido geralmente necessitam de um pouco mais de ajuda com a higiene, além de escovações.

Assim como fazer carinho no gatinho, dar banho neles também tem suas restrições. Você deverá evitar dar banho antes do seu gato completar 1 mês de vida, após isso você já pode ir introduzindo os banhos aos poucos na rotina dele. Alguns aceitam com mais facilidade, então comece assim que você adotar ou comprar um, desde que ele tenha pelo menos 4 semanas de vida.

Gato no banho em banheira
Evite banho em gatos menores de apenas UM MÊS de vida.

[ Veja também: Veja duas opiniões opostas sobre o uso de FURminator ]

A seguir, vamos entender tudo sobre os banhos nesses animais, materiais necessários, shampoo, cuidados e recomendações gerais.

Gatos precisam mesmo de banho?

Algumas causas podem influenciar nessa resposta, ou seja, ela depende de diversos fatores. Ainda assim, vale lembrar que a higiene é sempre bem-vinda, então vamos detalhar os motivos, a seguir, que podem levar um gato com poucos meses a precisar de banho. Confira.

■ Se tiver pulgas ou outros parasitas

A melhor recomendação para gatos que estão sob tratamento de pulgas e carrapatos é o banho frequente. Esses parasitas geralmente se alojam em pelos sujos e encontram um modo de vida farto para viverem.

Assim, além dos medicamentos, é essencial oferecer banhos periódicos para ajudar a removê-los. Em alguns poucos casos, também é oferecido que o gato seja tosado para ajudar na retirada desses parasitas, mas isso é menos comum.

■ Em caso de sujeira ou odor extremos

Alguns gatos, por mais que fiquem muito tempo dentro de casa, possuem a mania de sair e ficar algumas horas passeando por aí. Pode acontecer de ele ter contato com locais sujos, como bueiros, árvores, ruas movimentadas ou com outros animais de rua que podem apresentar doenças e bactérias.

Sendo assim, caso perceba que seu gato está realmente sujo ou que ele se sujou em casa, em lama em dias chuvosos, terra, fezes ou urina, ofereça um bom banho para preservar a sua higiene. Caso note que ele está só com as patas ou alguma parte do corpo com algum odor inadequado, passe um pano úmido para ajudar a remover essa sujeira local.

■ Recomendação veterinária

É comum alguns gatinhos apresentarem alergias a produtos usados em casa, problemas de pele ou até mesmo erupções e feridas por conta de alguma doença. Se isso acontecer, marque uma consulta veterinária e com certeza a higiene e o banho vão ajudar a melhorar os aspectos os problemas dele.

Além disso, é possível que o veterinário prescreva alguns medicamentos para passar na pele ou para tomar, então é interessante que ele esteja limpo para ter uma melhor absorção do remédio, além de remover sujeiras que poderiam acumular bactérias e fungos.

Eles não gostam muito, mas os benefícios do banho para seu gato são muitos!

Como dar banho em gatos

Agora que já entendemos os motivos para dar banho nos gatinhos, vamos entender como fazê-lo! As dicas e recomendações dadas a seguir são muito boas para você praticar com o seu animal em casa e oferecer uma boa qualidade de vida.

■ Separe os materiais necessários

Antes de tudo, é interessante separar os itens que serão usados no banho. São eles: shampoo de limpeza simples e rotulado especificamente para gatos; várias toalhas para secá-lo; tapete de borracha; toalha de rosto; e itens para distração e relaxamento, como bolinhas ou peixinhos de borracha.

É melhor usar um tipo de shampoo feito especificamente para gatos e evitar o shampoo humano. Isso deve ocorrer, porque os gatinhos têm pelagem e pele sensíveis, e elas podem ficar irritadas por resíduos inadequados.

■ Prepare a água adequadamente

A melhor maneira de dar banho em seu gatinho sem causar estresse é colocá-lo suavemente na água morna, sem incomodá-lo. Recomenda-se preparar o banheiro ou a lavanderia, manter a água adequada correndo suavemente para ajudar na lavagem do animalzinho.

Recompense-o com um petisco se ele tiver comportamento adequado e não estiver estressado. Aos poucos, segure-o no lugar pela nuca ou faça carinho, jogando a água primeiro nas patas e depois nas costas (de trás para frente). Molhe a cabeça por último, quando ele já estiver calmo.

■ Lave por partes e com calma

Comece lavando as patinhas, bem devagar. Depois ensaboe a barriga e peito e também faça sempre de baixo para cima, para ele não assustar com o banho nas costas.

Quando chegar nessa parte, comece pelo rabo, costas inferiores, superiores e, por último, pescoço e cabeça. Nessa parte, ele já estará mais acostumado. Então, enxágue o focinho bem devagar, pois é a parte que gatos costumam sentir mais aversão.

■ Seque adequadamente seu amigo

Você vai querer secá-lo delicadamente com uma toalha macia após o banho para evitar que ele pegue um resfriado. Enxugue as patinhas, as pernas e depois a barriga. Por último, seque bem as costas, o pescoço e a cabeça.

Opte por horários quentes para que ele não sinta frio. Se precisar dar banhos em gatos em épocas frias, opte pelo sol para ajudar na regulagem da temperatura também. Secadores não são muito bem aceitos por eles, mas vale a pena tentar!

Já está com tudo pronto para o banho do seu gato?

Como foi visto, é interessante que os gatos tomem banho a partir de 1 a 2 meses de vida. Não é de grande costume como outros animais, pois eles mesmos possuem o hábito de se limpar, mas é importante que o banho seja oferecido quando necessário.

Esses cuidados estendem-se não somente em situações nas quais o pelo esteja sujo, mas principalmente quando houver recomendações veterinárias, quando o pet possuir problemas de pele, sujeira extrema e odores inadequados.

Por isso, acostume o seu gatinho ao banho aos poucos, desde filhote. Essa fase é ótima para que ele cresça já se acostumando, e consiga tomar banho sem se estressar e dar trabalho futuramente.

Autor: Animal Guia

Olá! Somos o Guia Animal, e nós amamos todos os tipos de animais :) Aqui nós escrevemos sobre cuidados e dicas sobre pets!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *