Conforto Mercado pet

Convivência humanos e pets: uma visão da Arquitetura e do Design

A evolução da convivência com pets fez a Arquitetura e o Design também evoluírem.

A relação entre homens e animais é evidenciada pela história. Com o passar dos anos, humanos domesticaram diversas espécies e essa convivência mútua hoje é irrefreável.

E quando falamos de bichos de estimação, você pode lembrar rápido de cães e gatos, mas há quem prefira répteis, coelhos e até aves exóticas como a Cacatua.

O fato é que os animais de estimação já fazem parte da família e, como ela, a interação com os objetos de nossa casa é inevitável.

A arquitetura e os móveis podem aliar design e qualidade para os pets

Pet friendly

Acompanhando a evolução de nossa convivência com animais de estimação, a Arquitetura e o Design evoluíram o conceito de “pet friendly”, que em tradução literal significa espaços amigáveis para os pets.

A busca dos profissionais é sempre por integração harmônica e sutil entre humanos e pets em diversos aspectos.

Adaptações criativas para caminha do pet

“Produzir espaços onde os momentos vividos por pessoas e animais de estimação devem ser de qualidade. Isso significa garantia da privacidade aos tutores e identificação dos pets para as funções peculiares que esses ambientes precisam prover”

IM Arquitetura
Conforto e design andam de mãos dadas

Na IM Arquitetura, a meta é em oferecer aos clientes que buscam esse ambiente de integração homem/animal, os cuidados necessários para um projeto completo de arquitetura.

Quando a pessoa tem um pet, a preocupação com o ambiente começa pelo piso, como o porcelanato ou vinílico, passa pela interação com plantas que não sejam tóxicas ou espinhosas aos pets e até a atenção com as paredes, que precisam considerar tintas acrílicas, revestimentos entre outros tópicos projetuais.

“Mobiliário pet friendly”. Existe?

Tão importante quanto pisos e paredes, os móveis são – talvez – onde o dono de pet precisa depositar mais atenção. Basta imaginar você conquistar o sofá dos sonhos e dentro de semanas vê-lo destruído pelo seu filho de quatro patas. Infelizmente repreendê-lo após o estrago feito não é eficaz.

O sofá, peça central do living/home, deve ser escolhido com cuidado e atenção extra quando se tem pets. Prefira tecidos como:

  • Sarja
  • Linho sintético
  • Aquablock
Sofá especial para pet e comedouro suspenso triplo Tomtom - Petite Sofie
Sofá e comedouros suspensos para pet Tomtom

Esses são tecidos resistentes e possuem grande variedade de cores e estampas. Mas… a preocupação deve ir além dos tecidos.

Existem peças no mercado com bases em metal. E essa é a dica para considerar cadeiras e poltronas, móveis por vezes preferidos para serem roídos por pets filhotes – com a dentição em desenvolvimento.

Móveis para o pet

A indicação na IM Arquitetura é para que o cliente opte por móveis destinados ao seu pet também. Os sofás para cachorro, além de graciosos, funcionam como peças de decoração e principalmente: mostram a ele que aquele é o espaço dele no ambiente.

Você pode também adaptar o móvel com design para pets, exemplo: mesas laterais, que ao mesmo tempo se tornam caminhas. Criados-mudos que possuem caminhas embutidas, apoio laterais que se comportam como comedouros para os bichinhos, entre outros.

Claro que o cliente pode também optar por móvel com design exclusivo, projetado exclusivamente para o espaço destinado conforme a necessidade.

Móvel exclusivo adapta caminha para o dog

Para o caso dos felinos, criar ambientes que respondam aos seus estímulos naturais é necessário para uma vida de qualidade e bem estar. Grandes aberturas de janelas para a entrada de luz solar são fundamentais e sempre altamente recomendadas na IM Arquitetura.

Gatificação do ambiente

Os gatos passam grande parte do tempo buscando esses espaços. Seja para curtir o visual de fora, seja para dormir cobertos pelo calor do Sol.

Arranhadores são essenciais. A dica é organizar os espaços com itens que sejam de uso dos animais e ao mesmo tempo tenham estética sutil e que agregue design ao ambiente.

[ Veja também: Gatificação: o que é e qual sua importância para o ambiente ]


Harmonia é equilíbrio

A decoração não precisa ser restritiva aos pets ou tediosa aos humanos. É possível encontrar o equilíbrio para que o convívio seja agradável e saudável para todos os envolvidos.

Isso tudo, claro, sem deixar a estética de fora!

Afinal eles é que são os donos da casa. Nós é que moramos com eles! 😉

Você pode gostar também!

6 Comentarios

  • Reply
    Gabriel Fidelis
    15 de agosto de 2019 at 4:04 PM

    Minha linda e adorável amiga….. Amei seu texto e tambem o blog..trás muitas coisas interessantes…. essa relação entre todas as espécies da natureza precisa dar certo. Essas ferramentas que tratam o assunto com seriedade como é o caso do blog Petite Sofie só vem a contribuir para um mundo melhor, mais harmonioso e que nos enche de esperança que nosso planetinha pode sim, ser um LAR melhor. Parabéns á você e todos da equipe do blog… Gostei muito. nota 10

    • Reply
      Petite Sofie
      19 de agosto de 2019 at 11:43 AM

      Oi Gabriel! Obrigado por seu comentário e aprovação 🙂 Procuramos mesmo contribuir com nossa parcela e somos muito privilegiados e gratos em poder contar com as palavras da Ingrid que é uma excelente profissional! Beijos pra você

  • Reply
    Raquel Lima
    15 de agosto de 2019 at 2:06 PM

    Adorei as dicas!

    • Reply
      Petite Sofie
      19 de agosto de 2019 at 11:44 AM

      Muito bom poder contar com uma profissional como a Ingrid para oferecermos essas belíssimas dicas, não é Raquel? Obrigado por seu comentário!

  • Reply
    Lucio
    15 de agosto de 2019 at 1:27 PM

    Matéria muito interessante, conviver em harmonia com nossos petz é muito bom.

    • Reply
      Petite Sofie
      19 de agosto de 2019 at 11:45 AM

      Oi Lucio! De fato, são dicas por vezes simples, mas que só uma profissional como a Ingrid pode ter o olhar. Para nós que desejamos viver melhor com nossos pets, é uma grande oportunidade para ajustar o ambiente de acordo, não é? Obrigado por seu comentário!

  • Deixe um comentario

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.