Comedouro Suspenso para pet: VERDADES e MITOS
Alimentação Curiosidades

Verdades e Mitos dos comedouros suspensos para pet

Assunto da moda no mundo pet há alguns meses, o benefício (ou prejuízo) de comedouros suspensos para pet – também conhecidos como comedouros elevados – foi amplamente discutido e questionado. Afinal, como a elevação dos comedouros afeta nossos pets? Veja aqui uma seleção de 5 Mitos e Verdades sobre comedouro suspenso para animais de estimação.

Eles podem ser lindos, mas são bons para o pet?

O que são comedouros suspensos para pet?

Um comedouro suspenso para cachorro é qualquer tipo de tigela que esteja longe do chão. A altura do potinho pode variar conforme o tamanho do pet a utilizá-lo.

Existem tigelas elevadas que vem com estrutura ajustável. Para atender cães nas mais variadas fases de sua vida (desde filhote até um adulto de porte grande por exemplo). Há comedouros elevados que são extremamente simples e estáticos e também versões que interagem com a decoração da casa, como os oferecidos na Petite Sofie.

Com a popularidade deste estilo de comedouro, muita gente tem buscado saber se é necessário abandonar as velhas tigelas utilizadas junto ao chão e trocar pelos comedouros elevados.

Calma! Há muito a saber e a esclarecer a respeito dos comedouros elevados. Vamos a elas agora!

A DVG acomete mais os cães de porte grande. Veja mais sobre a doença aqui.

1. Comedouro suspenso diminui o risco de dilatação gástrica em cães

Isso é MITO

Quando surgiram no mercado, os comedouros suspensos foram vendidos como solução para a DVG (Dilatação Vólvulo Gástrica) em cães de raças grandes. Essa conclusão foi tida equivocada por causa de um estudo estatístico (Estudo Glickman).

Diversos outros estudos ainda estão em curso a respeito desse tipo de influência para a DVG. Há os que defendam que é exatamente o oposto, comedouros suspensos podem provocar a DVG em cães de estômagos sensíveis.

Admite-se, então, que por ora essa afirmação não passa de um mito. Comedouro suspenso diminui o risco de dilatação gástrica em cães? Até novos e conclusivos estudos, a resposta é NÃO.


2. Comedouros elevados criam postura mais saudável para os cães

Há MITO e VERDADE nessa afirmação

Essa afirmação tem ligação com o ponto anterior. Uma das razões para o qual se acredita que os comedouros suspensos ajudam a evitar a DVG é porque promovem postura mais saudável aos cães. Na verdade, cães são “projetados” pela natureza para comer usando a cabeça baixa (Fonte para essa afirmação: US National Libraries of Medicine artigo 01, artigo 02 e artigo 03). Então oferecer o comedouro alto não necessariamente é melhor.

No entanto, o comedouro elevado pode ser sim muito mais benéfico que o comedouro no chão para cães mais velhos, artríticos ou feridos. Nos casos de artrite canina, deixar o cão comer em tigelas no solo pode causar tensão excessiva e consequentemente dor para o animal. Então levantar a tigela deixa mais confortável para esses cães, que poderão se alimentar com mais conforto.

Então comedouros elevados criam postura mais saudável para os cães? Indiferente. Essa é uma questão mais atrelada à estética e preferência do tutor do que um benefício real para a saúde do pet.

O comedouro elevado pode ser utilizado também por gatos!

3. Comedouros suspensos promovem mais organização.

Isso é MITO

Você já observou seu cachorro comer? Quando estão se alimentando, ou bebendo água, eles permanecem na mesma distância. Seja para comedouros elevados, seja para tigelas no chão. Então não há como afirmar categoricamente que para comedouros suspensos seu cachorro não promoverá bagunça 🙂

Um ponto de vantagem para a utilização de comedouro elevado é para aqueles cães que, com os potes no chão, costumam tocar a comida/água com a patinha e consequentemente aumentam o risco de virar a tigela. Mas esse é um comportamento muito subjetivo que você terá que identificar no seu pet.

Então afirmar que comedouros suspensos promoverão melhor organização pode ser bem falso. Conhecendo seu cachorro, você conseguirá perceber melhor esse comportamento nele.

O comedouro suspenso combina com a caminha nesse kit Modernpet Exclusivo Petite Sofie.

4. Comedouros elevados são mais estáveis

Isso é VERDADE

Se não podemos afirmar que o cachorro não vai fazer bagunça com as tigelas altas, por outro lado podemos sim afirmar que os comedouros suspensos são mais estáveis.

Uma preocupação dos donos de pet é que os cães movem a tigela pelo chão no momento em que estão comendo. Há maior risco de sujeira e também de avaria à tigela. Comedouros suspensos certamente vão impedir que isso aconteça.


5. Comedouros elevados resolvem um comportamento específico nos cães

Isso é VERDADE.

O nome desse comportamento é: fazer da tigela de água uma “piscina” 🙂 Esse comportamento muito específico é identificado em alguns cães. “Cavar” a tigela de comida ou mergulhar no potinho de água. Cães que demonstram predileção por água podem passar algum tempo “remando” nas tigelas. A bagunça resultante nem precisa ser demonstrada né?

Não encontramos explicação para esse tipo de comportamento. Nada aponta para uma condição grave de saúde, apenas um “desvio” de comportamento.

E para isso, os comedouros suspensos definitivamente desencorajam os cães a transformar a tigela de água em uma piscina.

[ Veja também: Guia completo sobre comedouros pet ]

Veja o que a médica veterinária Tatiana Graebin diz sobre os Comedouros Elevados

Conclusão final

Como colocamos, há benefícios e prejuízos para a escolha do comedouro elevado. Em geral, entendemos que há mais PRÓS do que CONTRAS.

Outro ponto que não foi colocado, mas que tem total relevância é o custo. Em geral, os comedouros elevados são mais caros. E então para contrapor esse ponto negativo, há o evidente benefício de sua durabilidade. Se seu cãozinho não for muito filhote – fato que fará com que você precise mudar de tigelas ao longo de sua vida – a escolha do comedouro suspenso pode ser tão duradoura quanto a vida do seu pet!

Apenas “ligaria o alerta” para os comedouros elevados, se você tiver um cão de porte muito grande. Por conta da – até então – ignorância da ciência em relação à possível influência negativa do comedouro alto para a promoção de DVG nos cães grandes, a escolha por comedouros de solo pode ser melhor.

Já se seu cãozinho for pequeno, até porte médio (15kg), e também idoso, a escolha pelo comedouro elevado pode ser muito benéfica. O bem estar promovido ao seu pet idoso para se alimentar melhor e com mais conforto é total e irrestrito!

Se você achar melhor, fale com seu veterinário a respeito disso tudo que colocamos aqui antes de mudar de comedouro. Deixe claro suas preocupações e peça conselhos. Talvez a resposta seja para a utilização de comedouros elevados, mas talvez não seja.

Comedouros Elevados Tomtom Pet na Petite Sofie.

Como escolher uma tigela suspensa para meu cachorro?

Se você decidir utilizar comedouro suspenso ao seu pet, a altura é a principal característica que você precisa observar. Então fique atenta(o) para como medir:

  • Meça do chão até a altura do ombro do seu cachorro.
  • Se seu cachorro for de porte grande, subtraia dessa medida, 15cm. Se o cãozinho for de pequeno porte (até 12kg) subtraia 7cm.

Entender essa altura é o melhor para você oferecer redução da tensão na espinha ou pescoço do pet.

Com 9cm de altura, os comedouros suspensos Tomtom Pet são soluções ideais para cães pequenos até 12kg. Você pode conferir todas as opções no site da Petite Sofie e personalizar os pezinhos para combinar com a mobília e decoração da sua casa.

Fonte:
Top Dog Tips

Você pode gostar também!

1 Comentario

  • Deixe um comentario

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.