Prós e contras de pets no trabalho
Comportamento Curiosidades

Prós e contras de levar o pet ao trabalho

Nos Estados Unidos, é comum empresas permitirem que funcionários levem seus bichos de estimação ao trabalho. Quando não o fazem regularmente, é estabelecido um dia em que os bichinhos são bem vindos no escritório.

No Brasil, embora a prática ainda não seja tão comum, existem alguns empresários que levam seus bichinhos para o escritório, onde acabam virando mascotes e fazendo sucesso entre os funcionários. Afinal, quais são os Prós e Contras de levar o pet ao trabalho?

O que você acha de levar o pet ao trabalho?
Você é a favor ou contra a presença de pets no trabalho?

Os prós de levar o pet ao trabalho

Ter a presença de animais de estimação no escritório tem tido efeito na redução do estresse, fazendo com que os funcionários sintam-se mais relaxados e confortáveis. Empresas que aceitam a presença de pets tendem a melhorar o ambiente, promovendo bem-estar para os funcionários.

Outro ponto importante a se observar é que os pets são excelentes para promover o trabalho em equipe. São ótimos veículos para interação social, fundamentais para o sucesso de trabalhos em grupos.

Economia para os tutores

A satisfação dos donos de pets vai além, já que poder levar os seus animais de estimação ao trabalho faz com que possam economizar em creches para cães ou serviços de caminhadas (dog walk). Como a soma desses serviços pode custar significativamente, a atitude da empresa pode ser entendida como um excelente privilégio ao empregado que possua um pet.

Percepção da marca para o cliente

A simpatia do cliente ao perceber a permissão de pets no ambiente de trabalho do negócio é outro ponto positivo. A imagem da empresa para o cliente, passa a ter cara de mais progressista e inovadora. A frieza do negócio é suavizada, então o cliente pode se sentir mais relaxado e confortável no ambiente da empresa.

Positivo para o empregador

Ao permitir que os animais de estimação circulem pelo escritório, a mensagem que a marca passa aos funcionários é de um ambiente familiar, e isso tem grande influência na retenção de funcionários ao longo prazo.

A produtividade também é ponto positivo em empresas que permitem a presença de animais de estimação. Empregados dessas empresas tendem a trabalhar mais horas e menos ausências.

Spitz alemão no ambiente de trabalho
Foto do Guia Pet Friendly

[ Veja também: Sofá para cachorro: veja essa novidade do mercado pet ]


O ambiente fica mais leve

Proprietária de uma marmoraria, Natália Leal leva seu Border Collie Louis, pelo menos três vezes por semana para trabalhar com ela. No início, o cão era um pouco arredio, mas atualmente, se dá bem tanto com clientes quanto funcionários.

A interação é boa para o animal, para o dono e para todo mundo que trabalha também. Geralmente as pessoas gostam de bichos — diz Natália, que é a única a levar o bichinho para o escritório, embora a empresa permita que os funcionários façam isso. — Não seria problema nenhum se mais gente quisesse trazê-los.

Gatos ou cachorros?

O Google, empresa famosa por ser dog-friendly, tem, inclusive, política específica sobre animais no trabalho. A regra diz: “A afeição do Google por nossos amigos caninos é uma faceta de nossa cultura corporativa. Nós gostamos de gatos, mas somos uma ‘empresa canina’, por isso, como regra geral, acreditamos que gatos que visitarem nossos escritórios podem ficar bastante estressados”.

Reunião do trabalho com o pet
Cachorrinhos no ambiente de trabalho.

Os contras de levar o pet ao trabalho

Certamente a distração é o principal ponto contra. No caso do cachorro, há a necessidade de ter que sair para passeios, ou latidos e choramingos. O cachorro pode virar uma atração, já que os empregados podem preferir brincar com eles em vez de trabalhar.

Problemas de saúde

Algumas pessoas podem apresentar alergias ou até mesmo fobia aos bichos. Para o empregador que deseja permitir o acesso a pets no trabalho, pode ser necessária a criação de “zonas livres” dos pets para proteger os empregados que sofrem de qualquer condição que os faça ficar longe dos animais.

Estrago de material ou equipamentos

Alguns cães, e também gatos, podem causar danos a fios, móveis ou qualquer outro equipamento do escritório. Embora os animais de estimação que circulem no seu escritório possam ter bons padrões de comportamento, acidentes podem acontecer.

Há ainda questões legais a serem consideradas, já que o pet pode ferir ou ser ferido por um funcionário, cliente ou até mesmo terceirizados que estejam na empresa em dado momento. É fundamental ter as questões levantadas junto de um advogado.

Crie uma política para animais de estimação

Permitir a circulação de pets no trabalho geralmente torna necessário ao empregador elaborar uma política abrangente para a questão.

Devem ser previstas consequências para mau comportamento, especificar quais pets são permitidos, definir a frequência com que os animais podem visitar o escritório e ter claramente como os animais devem ser controlados ou contidos durante seu tempo no escritório.

Os prós e contras de levar o pet ao trabalho
Foto por Guia Pet Friendly

Essas e outras regras são importantes de se considerar. Há um movimento americano chamado #PetsAtWork (animais de estimação no trabalho). Veja algumas das ideias para definir a política na empresa:

  • Certificar-se de que o pet é bem treinado e fica confortável perto de pessoas e outros animais;
  • Questione os empregados sobre alergia ou medo;
  • Sempre perguntar se o pet é bem-vindo antes de entrar em um elevador cheio na empresa;
  • Certificar-se de que não estará com a agenda cheia com reuniões e encontros com clientes nos dias em que levar o animal para o trabalho;
  • Respeitar as áreas em que o animal deve permanecer afastado, como banheiros, lanchonetes e refeitórios.

Você leva seu pet ao trabalho?
Conte sua experiência para gente nos comentários abaixo!

Fonte:
The Balanced Careers
Gazeta do Povo
Guia Pet Friendly

Você pode gostar também!

1 Comentario

  • Reply
    15 Benefícios - provados - ao adotar um cachorro - Petite Sofie Blog
    4 de setembro de 2019 at 11:45 AM

    […] você já viu aqui. Se você é sortuda(o) o suficiente para poder compartilhar do espaço de trabalho com seu pet, os benefícios são vários! Desde evitar gastos extras com o cuidado do pet até a influência […]

  • Deixe um comentario

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.