Adestramento Comportamento

03 Dicas objetivas para escolher o brinquedo certo para seu pet

Você sabia que os brinquedos para cães não são simplesmente para momentos de diversão? Eles vão além! Promovem saúde física e mental para o bichinho.

01 – Pets ansiosos, destrutivos ou estressados não vão estragar sua casa se tiverem brinquedos

Se seu cãozinho fica muito tempo sozinho em casa, ter um – ou mais – brinquedos pode fazer com que ele prefira não destruir seus móveis, cortinas ou pertences. Os brinquedos fazem com que tanto cães como gatos resgatem seus instintos básicos (caçar, explorar etc) e isso proporciona bem estar. Como consequência, ele fica mais tranquilo.

02 – Brinquedos podem servir para você educar seu cão

Alguns brinquedos podem ser utilizados como forma de treinar seu cachorro. Ele recebe recompensa por um trabalho bem realizado – atividade física, socialização com outros cães e até mesmo com o dono.

03 – Antes de comprar um brinquedo para seu pet, considere sua rotina e porte físico

Modelos, cores, tamanhos, texturas… são muitas as variantes entre eles e as opções são variadas. Para não errar, verifique a rotina do seu amiguinho, o que ele gosta de fazer, o que o atrai, qual é sua força física, porte e seu temperamento. 

“Brinquedos muito pequenos são perigosos para os cães. Se ele ingere algum componente, até mesmo cirurgia pode ser necessário para resolver. Elementos como sininhos, são atrativos para gatos, mas que podem deixar de lado depois que enjoarem, já os cachorros não sossegam enquanto não “descobrem” a origem daquele barulhinho” afirma Danilo Matias, adestrador do Pet Hotel Dog Life

“A qualidade do material utilizado também deve ser observada. Se os cães conseguem destruir o brinquedo com facilidade, podem ingerir os pedaços” complementa Dalton Ishikawa veterinário e proprietário da Pet Games

 Outro ponto importante levantado por Dalton Ishikawa, é o tamanho do brinquedo em relação ao focinho do animal. Pets com focinhos muito grande, quando abocanham uma bolinha jogada pelo dono – por exemplo – pode acabar batendo o dente no chão. Por conta da empolgação, velocidade e força, podem quebrar e por vezes até perder o dente. Ressaltamos que se isso acontecer, os animais precisam ser levados imediatamente ao veterinário que dará cuidado adequado.

Para evitar esse tipo de inconveniente, tanto a bolinha, quanto o brinquedo em si, deve ser maior que os convencionais para que ela sobre na boca do animal e os dentes fiquem então protegidos.

A brincadeira de Fetch nunca foi tão divertida com os brinquedos da linha AFP

Fonte: Revista Meu Pet

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply