Estudo revela como sentem os cãezinhos

22:39 0 Comments

Você é apaixonada(o) por seu pet? Mas como será que ele se sente em relação a você?
Será que aquela empolgação é apenas um ato natural ou ele reage assim porque também lhe ama?

"Amor de estimação"

Procurando responder a essas questões, dois grupos de pesquisadores de diferentes universidades realizaram estudos. Um, publicado pela Universidade de Emory nos Estados Unidos, concluiu que os cães reagem de forma intensa na presença de pessoas que conhecem. Até mais intensamente do que quando reconhecem um outro cachorro. O estudo foi divulgado dia 25 de novembro.

Após escanear o cérebro de 12 cãezinhos, por meio de ressonâncias magnéticas, os pesquisadores descobriram as regiões cerebrais ativadas nos animais quando eles sentiam o cheiro de seus donos através de objetos e de pessoas desconhecidas. A conclusão foi que os cães respondem fortemente ao cheiro de seus donos.

Outra revelação desse estudo foi que, na presença do dono, os cachorrinhos tinham uma área no cérebro ativada que - nas pessoas - correspondem à identificação de beleza visual, semelhante às paixões de início de namoro.

Estudo revela como se sentem os cãezinhos
Amor correspondido


"Cachorro também é gente"

Já o outro grupo de cientistas - da Universidade Eötvös Loránd (ELTE) na Hungria - realizou estudo de neuroimagem comparativa entre os cães e seres humanos. Nesta observação, destacou-se a semelhança entre os cérebros na resposta emocional dos latidos no caso dos caninos e na fala, como acontece com as pessoas.

"Foram encontradas analogias funcionais entre o cão e o córtex auditivo humano. É interessante para entender as ferramentas que auxiliam na comunicação vocal bem sucedida entre as duas espécies", destacou Attila Andics, cientista envolvido na pesquisa.

Segundo o que se tem observado nas pesquisas, os cachorros se comportam como bebês que, quando assustados, correm em direção aos seres humanos com os quais têm algum vínculo. Diferente do que acontece em outras espécies, que são mais dispostas a fugir do que buscar apoio, como é o caso do cavalo.

Outra descoberta, ainda mais interessante, é que na medida que o cãozinho fortalece seus laços com uma pessoa, cresce a sua tendência de olha-la nos olhos. Essa conclusão, segundo Andics, veio de tentativas em fazer lobos responderem com o mesmo comportamento. "No entanto, notamos que - mesmo quando criados desde pequenos por seres humanos - os lobos não mantinham contato visual com aqueles que se preocupavam com eles", disse.

Estudo revela como cães se sentem
Olho no olho: sinal de comunhão entre o cão e seu dono


"O contato com os donos é importantíssimo tanto para os cães, quanto para qualquer outro animal de estimação", afirma Andics. O cientista ainda pontua que os únicos animais, além dos cães, que são capazes de manter contato visual com os homens, são os primatas.

Apesar que, as varreduras realizadas nos cachorrinhos ainda não se estenderam aos gatos.

As experiências em casa, com seu pet, correspondem aos resultados das pesquisas?
Compartilhe conosco!